8º BPM de Campos em primeiro lugar com apreensões de armas e prisões

0

A cada 10 presos no Rio de Janeiro um foi na Área de Policiamento do 8ºBPM.

O 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM) em Campos atingiu o 1º lugar e 2º lugar geral do Estado em apreensões de armas de fogo, prisões em flagrante, apreensões de drogas e prisões por tráfico neste primeiro semestre de 2019. Os dados foram divulgados na tarde desta segunda-feira (01/07) pelo comandante do 8º BPM, Rodrigo Ibiapina.


Segundo Ibiapina, a meta foi alcançada com êxito. “Obtivemos sucesso em ficar no verde nos três indicadores em cada trimestre e, por conseqüência, logramos êxito absoluto ao final do semestre”, declarou o comandante.


De acordo com os dados divulgados, o 8°BPM atingiu o 1° lugar geral no Estado em apreensão de armas de fogo, com 226 armas apreendidas. Esse número corresponde a 6% do total de armas apreendidas do Estado. 

O 8°BPM atingiu, também, o 1°lugar geral no Estado no número de registros de prisão em flagrante. Sendo 946 registros, o que corresponde a 11% do total de prisões no Estado. A cada 10 presos no Rio de Janeiro um foi na Área de Policiamento do 8ºBPM.


Já sobre apreensão de drogas sem acusados, o 8°BPM atingiu o 2° lugar geral no Estado. Corresponde a 7,9% do total apreendido no Estado.


Além disso, houve também registro de apreensão de drogas por tráfico, número que corresponde a 5,9% desse tipo de ocorrências.

Comparando-se o primeiro semestre de 2018 com o primeiro semestre de 2019, obtivemos em toda a Área de Policiamento do 8°BPM uma redução de:
– 26% nos homicídios
– 16% nos roubos de veículos
– 19% nos roubos de rua


Já a redução no número de homicídios foi de 34%, analisando separadamente a cidade de Campos. Na região de Guarus, a redução no número de homicídios neste semestre foi de 48%.


De acordo com o comandante, convém ressaltar outro dado importante diante de tamanha operacionalidade e produtividade policial. Mesmo liderando o número de prisões e apreensões de armas de fogo, não houve neste período nenhuma morte em decorrência de intervenção de agentes do Estado.

Para atender a população da Região Norte Fluminense com cunho de utilidade pública foram desenvolvidos pelo 8° Batalhão de Polícia Militar ferramentas para ajudar no trabalho da polícia e manter a comunidade segura. Além dos números 190, o disque denúncia pode também ser utilizado (22) 2723-1177, além do Whatsapp (22) 99850-6004 e também pela página no Facebook. Fonte: Ururau

Campartilhe.

Deixe Um Comentário