Caos no Noroeste Fluminense acaba em mal-estar entre governo do Rio e presidência da República

0

Após desentendimento, Witzel anuncia descentralização de R$ 23 milhões para municípios do Norte e Noroeste

Os transtornos causados pela chuva na Região Noroeste Fluminense acabaram gerando um mal-estar entre o governador do Rio, Wilson Witzel, e a presidência da República.

No domingo (26), enquanto o governador visitava o município de Porciúncula, ele ligou para o presidente em exercício, Hamilton Mourão, pedindo ajuda, e divulgou o ter a conversa em sua conta no Twitter. Tal ato gerou reação imediata tanto de Mourão quanto de Jair Bolsonaro, que está em viagem oficial à Índia. Nesta segunda (27), Witzel anunciou descentralização de R$ 23 milhões para socorro aos municípios do Norte e Noroeste.

Por conta da divulgação do teor da conversa, Mourão afirmou nesta segunda-feira que o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, não tem “ética” e “moral”.

Enquanto Witzel conversava com Mourão, um assessor do governador gravou um vídeo, que foi postado na conta pessoal de Witzel no microblog. Segundo Mourão, o governador deveria ter avisado que a conversa estava sendo gravada.

Confira o teor da conversa entre Mourão e Witzel:

Witzel: Senhor presidente, boa tarde!

Mourão: Boa tarde, governador, tudo bem?

Witzel: Tudo bem! Presidente, estou aqui em Porciúncula, uma região muito afetada, Porciúncula, a região de Itaperuna…

Mourão: Estamos cientes, estamos cientes, governador.

Witzel: Nosso maior problema, agora, presidente, é água. Estou com uma grande quantidade de água lá no Rio de Janeiro e precisava trazer para cá. E, realmente, a população aqui de Porciúncula é de 15 mil pessoas sem água. Estou indo para uma outra região daqui, Bom Jesus (de Itabapoana), também sem água porque as bombas da Cedae estão submersas, está a metade da cidade submersa. Nós já pedimos para o Ministério da Defesa para fazer o protocolo e aí estou passando para o senhor essa nossa necessidade.

Mourão: Falarei com o ministro Fernando (Fenando Azevedo, ministro da defesa) para intensificar isso aí. O ministro Canuto está lá em Minas Gerais e no Espírito Santo. Aí, qualquer coisa a gente apoia mais alguma coisa aí no Rio de Janeiro, governador. Fica tranquilo.

Witzel: Obrigado, presidente! Vou avisar os prefeitos que estão aqui comigo. Vou comunicar a eles. Obrigado! Agradeço o apoio do senhor e da União!

Sobre o mal-estar, o governador disse, em nota, que “o vídeo divulgado tem somente a intenção de tranquilizar a moradores de cidades do noroeste do estado, fortemente atingidas pelas chuvas. A informação de que os governos estadual e federal estão juntos para atender demandas básicas da população não tem qualquer outra conotação que não demonstrar união em um momento de necessidade do povo.”

Verba

O governador Wilson Witzel sobrevoou, na tarde deste domingo (26) os municípios do Norte e Noroeste do estado afetados pelo temporal neste fim de semana. Em Porciúncula, Witzel anunciou a descentralização de recursos para auxiliar as prefeituras e evitar novas enchentes.

“São R$ 10 milhões para a Defesa Civil e R$ 10 milhões para a Secretaria de Desenvolvimento Social. Estamos aqui pra evitar que esse caos volte a acontecer novamente no ano que vem e trabalhar para que nós possamos atender, neste momento, as pessoas que estão precisando mais”, afirmou.

O governador disse, ainda, que vai descentralizar mais R$ 3 milhões para a Saúde do município de Porciúncula com o objetivo de evitar a proliferação de doenças depois das chuvas.

“O estrago foi muito grande na região. Determinei ao secretário de Saúde, Edmar Santos, que destine mais R$ 3 milhões pra atender possíveis situações de doença posteriores às enchentes”, ressaltou.

Edmar Santos afirmou que os recursos serão usados na compra de medicamentos e equipamentos.

“Depois das enchentes costumam aparecer epidemias, diarreias e leptospirose, pois as pessoas tiveram contato com água contaminada. Vamos aportar recursos para compra de medicamentos e materiais “, detalhou.

Além de Edmar Santos acompanham o governador os secretários de Governo e Relações Institucionais, Cleiton Rodrigues; de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Fernanda Titonel; e de Agricultura, Pecuária e Pesca, Marcelo Queiroz. Fonte: Terceira Via

Campartilhe.

Comentários desativados.