Chega a três o número de casos confirmados de coronavírus em Muriaé, MG

0

Novos resultados da Funed nesta quarta-feira (01) apontaram que subiu para três o número de casos confirmados de coronavírus em Muriaé. Foi o que divulgou o prefeito Grego em uma live na sua rede social, acompanhado do Secretário de Saúde, Dr. Paulo César e do Infectologista Dr. Daniel Licy na tarde desta quarta-feira (01).

Segundo o prefeito, até esta terça-feira (31), a cidade possuía apenas um caso positivo de Covid-19. As duas novas confirmações tratam-se de dois pacientes do sexo masculino, de 58 e 60 anos.

A SMS informou que o homem de 58 anos viajou para área de risco e teve contato com caso suspeito. Já o outro homem, de 60 anos, viajou para área de risco e teve contato com caso confirmado. Os dois estão em isolamento domiciliar e passam bem.

Até o momento, a cidade possui 93 notificações ativas, sendo 18 casos suspeitos e 75 casos em observação. Casos descartados, ou seja, aqueles que testaram negativo totalizam-se 15. Os novos quatro casos descartados referem-se às seguintes pessoas: um homem de 59 anos; um homem de 26 anos; um homem de 45 anos e uma menina de 3 anos.

Os 18 casos suspeitos estão com amostras sendo analisadas pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), o único laboratório do SUS em Minas Gerais que está realizando testes de Covid-19. Os resultados têm previsão de serem divulgados entre oito e 10 dias úteis.

Segundo o infectologista Daniel Licy, mesmo com os três casos confirmados, os números estão dentro do que estava previsto pelas autoridades de saúde.

Grego também ressaltou que a Secretaria Estadual de Saúde emitiu uma nota em que manterá as medidas de restrição de convívio social até o dia 13 deste mês. A partir desta data, o cenário será revisto. “Precisamos continuar ficando em casa para conter o avanço da doença em Muriaé”, destacou Grego.

De acordo com normas técnicas da Secretaria de Estado de Saúde (SES), casos em observação compreendem aqueles casos leves de síndrome gripal, monitorados pela Atenção Básica. Ainda segundo a nova norma da SES, apenas os casos graves e hospitalizados de síndrome respiratória aguda grave têm as amostras analisadas. Porém, em todos os casos, com ou sem coleta de material, os cuidados estão sendo tomados como se fossem um caso positivo. Fonte: ASCOM Prefeitura de Muriaé / Foto: Rádio Muriaé

Campartilhe.

Comentários desativados.