Chuva no ES: Município de Iconha amanhece destruído após alagamento

0

Chuva inundou ruas, invadiu casas e arrastou carros e árvores.

Os municípios de Iconha, Alfredo Chaves, Marechal Floriano e Vargem Alta estão em alerta máximo em função da chuva forte que atinge o Sul do Estado e que vem provocando estragos desde sexta-feira (17).

De acordo com informações da Defesa Civil, a forte enchente já provocou a queda de barreiras, desabamento de estruturas e alagamentos de ruas e de casas. Até o momento, duas vítimas foram confirmadas. Trata-se de um casal de idosos, que morreu em um desabamento em Alfredo Chaves.

Alfredo Chaves foi o município onde mais choveu no Espírito Santo nas últimas 24 horas, com 249.2 milímetros de chuva. O Rio Benevente, que corta a cidade transbordou, inundando ruas e deixando moradores desalojados. Os bairros mais baixos da sede da cidade, das comunidades de Cachoeira Alta, Matilde, São Bento de Urânia e alguns trechos que ligam o centro da cidade a BR 101 estão alagados.

No município de Iconha, um caminhão frigorífico foi arrastado pelas águas e uma passarela desabou. No centro da cidade, carros e árvores foram arrastados pela correnteza. Até mesmo o Hospital Danilo Monteiro de Castro ficou inundado até o segundo pavimento.

Até o momento, 34 pessoas tiveram que deixar suas casas. Na cidade de Vargem Alta, que ainda se recupera pelos estragos deixados pela chuva que caiu no dia 3 de janeiro, 24 pessoas estão desabrigadas.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, está em Iconha na manhã deste sábado (18), para acompanhar o trabalho das equipes da Defesa Civil Estadual e do Corpo de Bombeiros na assistência às pessoas atingidas pelas fortes chuvas que atingiram o município na sexta-feira (17).

\\”Iconha é um cenário de guerra. Todo comércio destruído, muitas casas destruídas, ruas laterais também destruídas, então o nosso papel agora é reconstruir a cidade e dar um apoio assistencial, dar um primeiro socorro, um primeiro atendimento e depois ver como a gente ajuda os comerciantes a reconstruírem as atividades comerciais\\”, afirmou o governador. Fonte: G1/Folha Vitória

Campartilhe.

Comentários desativados.