Começa nesta segunda o ano letivo para a Rede Estadual do Rio de Janeiro

0

Os uniformes serão distribuídos gratuitamente para todos os alunos da rede.

O ano letivo de 2020 começa na próxima segunda-feira (10/02) nas Escolas Estaduais do Rio de Janeiro. Mais de 665 mil estudantes estão matriculados em unidades de ensino da rede pública.

Apenas as novas unidades da capital do Rio de Janeiro e os 11 colégios estaduais vocacionados ao Ensino Cívico-Militar, que serão inaugurados em breve, iniciam as aulas em março.

O ano letivo traz novidades. Após 10 anos, o Governo do Estado distribuirá uniformes gratuitamente para todos os alunos da rede estadual. Serão mais de dois milhões de camisas, sendo duas golas polo e uma camiseta para atividade esportiva. O desenho foi desenvolvido pelos estudantes e escolhido por meio de votação pela comunidade escolar.

A Secretaria de Educação também está trocando e instalando novos aparelhos de ar-condicionado nos colégios da rede.

Cerca de 24 mil equipamentos foram comprados e estão sendo encaminhados para as unidades de ensino. Até o primeiro semestre deste ano, a previsão é que todas as 1.222 escolas estejam totalmente climatizadas.

– Neste ano letivo, os estudantes vão se deparar com uma realidade diferente. Em 2019 muitas ações foram realizadas e, neste ano, mais investimentos serão feitos para melhorar a qualidade de ensino e infraestrutura das escolas. A educação sempre foi prioridade deste governo e vamos confirmar este compromisso – afirmou o governador Wilson Witzel.

O secretário de Estado de Educação, Pedro Fernandes, reforça que o número de escolas com turmas em tempo integral foi ampliado, saltando de 268 para 600, e que outras iniciativas serão efetuadas neste ano letivo.

– Além disso, a secretaria vai ampliar o número de escolas no modelo intercultural, implementará unidades com vocação em arte, cultura, esporte e línguas estrangeiras. Ainda neste ano letivo serão investidos R$ 160 milhões na aquisição de mobiliários e outros equipamentos e 73 mil novos computadores serão adquiridos – informou o secretário de Estado de Educação, Pedro Fernandes. (Fonte: Ascom)

Campartilhe.

Comentários desativados.