Estado convoca mais 500 futuros policiais militares

0

O grupo faz parte de um total de três mil concursados de 2014; eles estão sendo chamado gradativamente

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Polícia Militar, convoca, na quinta-feira (18/07), mais 500 futuros policiais militares, que iniciarão o curso no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), em Sulacap, na Zona Oeste do Rio. O grupo, que faz parte de um total de três mil concursados de 2014, está sendo chamado gradativamente ao longo deste ano, com o objetivo de recompor o efetivo de policiais da Corporação. O CFAP possui cinco companhias de ensino, cada uma com capacidade de atender 500 alunos.

“O ingresso dos novos concursados ao CFAP é mais um importante passo para cumprir o nosso compromisso de recompor o efetivo da Corporação, que sofreu perda acentuada em decorrência da crise econômica e financeira que se abateu sobre o estado. Com total apoio do governador Wilson Witzel, estamos trabalhando muito para cumprir o calendário de convocação e formação de novos soldados. Devemos ressaltar nosso compromisso com a qualidade na formação dos futuros policiais”, disse o secretário de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro, coronel Rogério Figueredo de Lacerda.

Os novos concursados chegam às 7h no Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), onde recebem o Registro Geral, número que identifica o militar da Corporação e o acompanhará durante toda a carreira. Nesse primeiro mês, os alunos participam de atividades de adaptação, recebem instruções sobre as regras da vida militar e outras normas previstas no Regulamento Disciplinar e, ainda, aprendem o correto preenchimento de documentos administrativos.

Na próxima etapa, os formando passarão a usar a farda da PM e vão cursar as disciplinas que constam na grade curricular, dividida em três módulos – Básico, Profissional/Jurídico e Complementar.

Diferenciais na formação

De acordo com o órgão, entre os diferenciais da formação de 2019 estão dois treinamentos adicionais: porte velado de armas, para que os agentes possam atuar com mais segurança durante os períodos de folga; e capacitação de tomada de decisão, com utilização de simulador em um ambiente virtual. Com a ferramenta, é possível treinar os futuros policiais militares a agirem com rapidez em situações de estresse intenso.

A primeira turma, com 390 novos PMs, se formou no último dia 26 de junho no CFAP. Ao longo de 2019, outras quatro turmas de 500 concursados também ingressarão na corporação.

O Governo não informou quais batalhões receberão o reforço de policiais. Fonte: ASCOM e foto: Divulgação/ Nelson Perez

Campartilhe.

Deixe Um Comentário