Médicos de Campos dos Goytacazes, RJ, decidem em assembleia manter a greve

0


Hospital Ferreira Machado será gerido por Comissão Médica

Os médicos da Prefeitura de Campos decidiram na noite desta quinta-feira (22/08), manter a greve da categoria iniciada no dia 07 de agosto. A assembleia extraordinária foi realizada no auditório da Sociedade Fluminense de Medicina contou com a presença de  60 médicos servidores do município.


Segundo o Sindicato dos Médicos de Campos (Simec), os profissionais querem melhores condições de trabalho, com reposição de insumos e medicamentos; previsão de pagamento dos outros 50% de gratificações e substituições; direito a férias; e mudanças no atendimento ambulatorial, com foco na produtividade.


O Presidente do Simec, José Roberto Crespo disse que vê a necessidade de se debater com maior profundidade os 14 pontos do pacto pela saúde proposto pelo prefeito Rafael Diniz no início da semana. Ele também disse que não houve um retorno da Prefeitura quanto à contraproposta enviada pelo sindicato após a assembleia da semana passada.

Ferreira Machado
Ainda nesta quinta-feira, o secretário municipal de Saúde e presidente da Fundação Municipal de Saúde, Abdu Neme, disse que está realizando um levantamento minucioso na estrutura do Hospital Ferreira Machado (HFM) nesta semana. Estão sendo realizadas diversas reuniões com responsáveis por setores da saúde do município, além da abertura de uma nova enfermaria com oito leitos para acomodar pacientes. Nos próximos dias, será publicado em Diário Oficial do Município, a nomeação de uma comissão de médicos para gerir a unidade no período de 30 dias.
\\” Estamos analisando vários pontos do hospital para melhorar ainda mais a qualidade do atendimento á população. É uma unidade muito importante para Campos e necessita de toda a atenção possível. Já tivemos novidades nesta semana como a abertura de uma nova enfermaria para receber pacientes – disse Abdu Neme, que entregou um monitor multiparâmetro à unidade.

A nova enfermaria fica no 3° andar e já foi equipada para receber pacientes. Além disso, há reuniões para agilizar a transferência de pacientes para hospitais contratualizados da rede. Só nesta quinta, diversos casos foram analisados pela equipe da unidade. Fonte: Ururau/Supcom

Campartilhe.

Comentários desativados.