Mortes por Covid-19 crescem 7,7% e casos confirmados caem 33% no Norte e Noroeste Fluminense em uma semana

0

Levantamento é do Painel Covid-19 Norte e Noroeste Fluminense.

As regiões Norte e Noroeste Fluminense tiveram uma redução de 33% no número de casos confirmados da Covid-19 na última semana, entre 16 de agosto e o sábado (22). Ainda assim, a quantidade de mortes voltou a subir 7,7% no período, passando de 52, nos sete dias anteriores, para 56.

O levantamento é do Painel Covid-19 Norte e Noroeste Fluminense e leva em consideração os números divulgados pelas prefeituras dessas regiões.

(Reprodução G1)

Apesar da alta no número de mortes pela Covid-19, o Painel mostra que esse não é o pior cenário de óbitos causados pela doença.

O índice de óbitos atingiu o pico de 69 entre 26 de julho e 1º de agosto, e caiu para 44 nos sete dias seguintes, entre 2 e 8 de agosto. Nas duas últimas semanas, no entanto, a alta acumulada é de 27,3%.

Entre as três maiores cidades das regiões Norte e Noroeste, Campos registrou 28 mortes pelo novo coronavírus, quatro a mais do que nos sete dias anteriores, e teve a segunda semana seguida de alta.

Esse também é o segundo maior número de vidas perdidas para a pandemia no município em uma semana desde o início da pandemia, ficando atrás apenas para os 38 contabilizados entre 26 de julho e 1º de agosto.

(Reprodução G1)

Itaperuna, maior município do Noroeste, passou de sete para seis óbitos, enquanto em Macaé o índice caiu de três para dois na semana passada. É o menor índice de vidas perdidas na cidade desde maio, quando não foi registrada nenhuma morte entre 3 e 9 de maio.

Apesar do aumento nos dados de óbitos, houve uma redução significativa na quantidade de casos confirmados da doença no Norte e Noroeste. De 2.139 registros, entre 9 e 15 de agosto, o índice caiu para 1.434 na última semana.

O levantamento ainda mostra que todas as cinco cidades da região com mais casos da doença apresentaram queda nos dados de novos infectados na última semana.

Em Campos, o índice caiu de 457 para 398, mas ainda é o segundo maior desde o início da pandemia.

Em Macaé, o número de novos casos regrediu de 495 para 147; em Itaperuna, de 436 para 163; em Santo Antônio de Pádua, de 80 para 39; e em São Fidélis, de 95 para 51.

Em Pádua, é o menor índice desde o final de maio, quando foram registrados 38 casos entre 24 e 30 do mês.

Fonte: G1

Campartilhe.

Comentários desativados.