Novo sistema do INSS permitirá fazer a Prova de Vida sem sair de casa em 2020

0

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já está implantando de forma definitiva o recadastramento da (prova de vida) por biometria em 2020, que será feita por meio da impressão digital do beneficiário, sem precisar sair de casa. Entenda como vai funcionar e quem terá direito.

Como vai funcionar a nova Prova de Vida sem sair de casa?

A nova função será disponibilizada no aplicativo Meu INSS, que pode seja baixado gratuitamente em qualquer aparelho celular. Desta forma, o segurado do INSS não precisará mais sair de casa para provar que está vivo. Todo procedimento será realizado de forma fácil e prática. Ou seja, cerca 35 milhões de beneficiários poderão realizar a prova de vida sem sair de casa, pelo celular.

Quem poderá fazer a prova de vida pelo celular?

Aposentados, pensionistas, BPC e todos os segurados que recebem por meio de conta-corrente, conta poupança ou cartão magnético poderão usufruir desta facilidade sem sair de casa. Essas pessoas devem comprovar, anualmente, que estão vivos.

Para que serve a Prova de Vida?

Isso serve para dar mais segurança ao cidadão e ao Estado brasileiro, pois evita fraudes e pagamentos indevidos de benefícios.

Quem recebe BPC vai poder fazer a prova de vida pelo celular?

Sim. Todos os benefícios pagos pelo INSS vão poder realizar a prova de vida pelo celular, sem sair de casa, inclusive o BPC.

Quando o novo Sistema para Prova de Vida vai começar?

A ideia, segundo o presidente do órgão, Renato Vieira, é que essa ferramenta já esteja disponível no primeiro semestre, o que possibilitará aos 35 milhões de beneficiários realizar a prova de vida sem sair de casa, pelo celular, sem excluir a possibilidade de que esse procedimento seja feito pela rede bancária. Nos meses de agosto e setembro de 2019, o INSS fez um piloto com a base biométrica do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), para ver se a utilização dessa base no aplicativo do INSS viabilizaria a prova de vida remota. O piloto foi aplicado em cerca de mil pessoas, em 14 municípios do Brasil, e foi aprovado. Isso reduz muito a fraude, inclusive a realização fraudulenta de prova de vida.

Atualmente existe três formas para fazer a prova de vida

1) Na primeira forma, segurados do INSS com idade igual ou superior a 60 anos podem agendar para serem atendidos em uma das agências do órgão.

2) Na outra maneira, os segurados acima de 80 anos e beneficiários com dificuldades de locomoção podem agendar para que um servidor do INSS vá a residência ou outro local em que estiverem, para que seja realizado o procedimento. O agendamento pode ser feito pela Central de Atendimento 135 e pelo Meu INSS ou outros canais a serem disponibilizados pelo Instituto.

3) Como regra geral, o procedimento pode ser realizado todos os anos pelo próprio beneficiário, na instituição bancária em que recebe seu benefício. Existem bancos que utilizam a data do aniversário da pessoa, assim como há os que convocam o beneficiário no mês anterior ao vencimento da fé de vida. Os bancos fazem os comunicados da necessidade de realizar o procedimento anual por meio de mensagens informativas, disponibilizadas nos terminais eletrônicos de autoatendimento e sites na internet.

Fique esperto!

Quem não fizer no final de 12 meses da última comprovação terá seu pagamento bloqueado. Após 6 meses sem comprovação de vida o benefício é cessado. Maiores informações pode ser obtidas por Telefone: Central de Atendimento 135 do INSS. O atendimento é realizado de segunda a sábado, das 7h às 22h (horário de Brasília). Fonte: O Dia

Campartilhe.

Comentários desativados.