PMs do 8º Batalhão de Polícia Militar recebem projeto de capacitação de primeiros socorros

0

Setenta policiais militares recebem projeto piloto de capacitação de primeiros socorros nesta segunda-feira (29/07), no auditório do Sindicato dos Bancários, na Rua Marechal Floriano, no Centro, em Campos dos Goytacazes, norte fluminense. Os policiais que participam da capacitação atuam nas ruas, sendo eles do Grupamento de Ações Táticas (GAT I), ronda escolar e patrulhamento.


O projeto tem como objetivo promover ações que são procedimentos de emergência, os quais devem ser aplicados a vítimas de acidentes, mal súbito ou em perigo de morte, com o intuito de manter sinais vitais, procurando evitar o agravamento do quadro no qual a pessoa se encontra.


De acordo com o coordenador do projeto, Marcos Paulo, a ação pode ser individual ou coletiva. “Estamos iniciando o projeto piloto para capacitação dos policiais militares em todo estado do Rio de Janeiro, começando por Campos dos Goytacazes, Cabo Frio e Baixada Fluminense. A capacitação em primeiros socorros tem como carga horária 8 horas entre aulas teóricas e práticas. Através de todas as informações que estão sendo passadas os policiais irão sair daqui capacitado a atuar em auxílio ao próximo, até que o socorro avançado chegue para prestar uma assistência mais minuciosa e definitiva e até mesmo sanar o problema sendo algo simples de ser feito”, declarou Marcos Paulo.

Idealização
A idéia foi pensada através de diversas intercorrências na rua “Tive a idéia de levar a capacitação de forma voluntária ate porque tem muitas intercorrências na rua e a população quer o atendimento, não quer saber de onde vem, dessa maneira tiver um braço do estado, como Bombeiro Militar ou Polícia Militar automaticamente vai poder dar uma sobrevida à sociedade”, destacou Marcos Paulo.


Além disso, o coordenador ressalta que o projeto será aberto ao público “Iremos abrir o curso para a população em breve, pois existe a ‘Lei Kiss’, que define normas de prevenção e combate a incêndio em estabelecimentos, edificações e áreas de reunião de público e a “Lei Lucas”, determina que instituições públicas e privadas da educação básica capacitem professores e funcionários para prestar primeiros socorros, quando necessário, em seu corpo discente, explicou.

Os policiais aprenderam sobre fratura, hemorragia, imobillização, parada cardiorrespiratória, parada respiratória, afogamento, retirada de capacete, rolamento, manobras de desengasgo, entre outros.


Registro de salvamento
Policiais do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) de Goitacazes realizaram manobra de reanimação em uma criança de dois anos na manhã desta segunda-feira (03/06) em Campos.


Segundo informações, policiais estavam patrulhamento pela Avenida Souto Maior quando foram acionados pela mãe, A.R.M.V., 25 anos. De acordo com os policiais, mãe e filha estavam dentro de uma van. De imediato a guarnição visualizou a criança desfalecida, com baixo sinais vitais, lábios roxo e desacordada. A menina, juntamente com a mãe, foi colocada dentro da viatura e um dos policiais realizou manobras de reanimação (massagem cardíaca e respiratória).

A menor, durante o socorro, apresentou melhoras nos sinais vitais e foi levada para o Hospital São José, onde ficou em observação e passa bem. Fonte: Ururau

Campartilhe.

Comentários desativados.