PMs recebem instrução de dispositivo elétrico incapacitante no 8ºBPM

0

O 8º Batalhão de Polícia Militar de Campos dos Goytacazes recebeu 14 Dispositivos Elétricos Incapacitantes (SPARK), conhecidas como “armas de choque elétrico”. A instrução tem como finalidade de preparar os militares, que compreende quatro municípios, para o uso do Spark Z 2.0.

No curso os policiais voluntários recebem de forma didática uma pequena demonstração da descarga elétrica. Mas sem receber o disparo real dos dardos. Conectores do tipo jacaré são utilizados no lugar dos dardos. Para eles sentirem apenas a descarga elétrica.

A instrução é ministrada pelo tenente  Luciano Tavares, ele explica o objetivo do curso.

 “O curso visa preparar os policiais a operar o equipamento, mostrar como funciona e a forma segura como se se utilizar. O objetivo é preservar a vida uma vez que com a SPARK, o policial vai conseguir incapacitar o oponente temporariamente sem causar danos sérios e permanentes. Apesar de ser um equipamento não letal, o policial deve utilizá-lo com responsabilidade pois o mau uso pode causar danos sérios”, destacou. 

Ainda de acordo com o Tenente Tavares, a arma de choque é utilizada em situações em que o uso da arma de fogo não é recomendado. “A Polícia Militar trabalha com o conceito de Uso Diferenciado da força, cada situação exige uma resposta adequada por parte do policial. Depois deste treinamento, os policiais estão habilitados para fazer uso do equipamento que é muito eficiente no atendimento de ocorrências. A ideia principal é incapacitar temporariamente o agressor  fazendo uso de uma arma menos letal”, declarou o tenente.

O comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar, Rodrigo Ibiapina destacou a importância da instrução. “Os nossos policiais são incansáveis e estão sempre dispostos a aprender. Então, estamos oferecendo essa capacitação para que possam trabalhar com cuidado, segurança e, sempre, preservando a vida. Temos esses dispositivos ao nosso alcance, devemos explorar ao máximo nossos recursos”, destacou o comandante. 

O DISPOSITIVO ELÉTRICO INCAPACITANTE A Spark é um dispositivo elétrico incapacitante. Ela emite pulsos elétricos, causando desorientação, contrações musculares e queda do indivíduo, permitindo a incapacitação temporária.

A arma, de fabricação brasileira, dispara dois dardos com carga elétrica de 50 mil volts/2,1 miliamperes que são capazes de neutralizar sem causar lesão permanente ou morte. 

Ela tem alcance de 6 e 8 metros, mira a laser, memória digital e porta USB para captura de dados armazenados na arma sobre seu funcionamento. Fonte: Ururau e fotos: divulgação PM


Campartilhe.

Deixe Um Comentário