Secretaria de Desenvolvimento Social intensifica apoio a municípios castigados pelas chuvas no interior do Rio

0

As chuvas não param e com elas a preocupação constante com a proteção e assistência de milhares de famílias que vivem em áreas de risco no Estado do Rio de Janeiro. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH) vem prestando apoio aos municípios das regiões Norte e Noroeste Fluminense castigados pelos fortes temporais deste verão.

Já foram enviadas 2 mil cestas básicas, com apoio da Secretaria Estadual da Defesa Civil. A partir desta semana serão enviados 2.700 kits de limpeza.

No início desta semana a secretária Fernanda Titonel recebeu em seu gabinete o secretário de Assistência Social de Natividade, Edésio Assis da Silva (Tuia). Em nome do município, um dos oito que decretaram situação de emergência por conta das chuvas, ele veio agradecer pessoalmente pelo apoio recebido do Governo do Estado, por meio da SEDSODH.

Participaram da reunião a subsecretária de Assistência Social e Segurança Alimentar, Cristiane Lamarão, e técnicos da equipe da SEDSODH que acompanham desde janeiro os municípios afetados pelas chuvas, além de representantes dos programas Aluguel Social e Criança Feliz.

Sobre o Aluguel Social

O cadastramento das famílias a serem beneficiadas pelo Aluguel Social vem sendo feito diretamente pelos municípios que decretaram situação de emergência: Natividade, Porciúncula, Laje do Muriaé, Itaperuna, Italva, Cardoso Moreira, Bom Jesus do Itabapoana e São Francisco do Itabapoana.

Para se enquadrar no programa é necessário que a família tenha renda inferior a 5 salários mínimos e esteja inserida no Cadastro Único (CadÚnico), do Governo Federal. O valor varia de R$ 400 a R$ 500 por família e é depositado na conta do beneficiário na Caixa Econômica Federal (CEF). Atualmente, 5.900 famílias são beneficiadas em 13 municípios fluminenses. Fonte: Ascom e Foto: Moacir Filho/103 FM Itaperuna

Campartilhe.

Comentários desativados.